Audiência
Ubatã FM
Publicidade






Entrevista Edson Neves

UN – E a transição de governo, qual será o papel da gestão Edson Neves neste processo republicano?

EN – Será uma transição tranquila e melhor do que a que estou recebendo, pois estamos recebendo o município num caos total, a cidade totalmente suja, energia cortada da prefeita e praticamente não há recursos nos bancos. Uma cidade sem ânimo, sem autoestima. Eu garanto que eu entregarei a Siméia um município melhor do que o que eu estou recebendo. Faremos tudo para que nestes 60 dias seja dada as condições para que Siméia faça um bom governo.

UN – Em quais condições a nova gestora, Siméia Queiroz, receberá o município?

EN ­– Como eu já disse, em situação melhor do que a que estou recebendo. Vamos regularizar a situação com a Coelba, faremos um mutirão de limpeza, vamos fazer esforços para regularizar a folha salarial. Faremos tudo dentro das nossas possiblidades para entregar o município numa condição melhor.

UN – Neste mandato houve 14 trocas no comando do executivo. Como o senhor analisa esta situação?

EN – Ruim para a cidade essa alternância, não foi boa. O Ubatã Notícias, que é um dos blogs mais acessados da região, noticiou com grande precisão os prejuízos causados. Agora, quando nós governamos com tranquilidade, fizemos, como já disse, uma bela administração. Esse vai e vem de prefeito impediu que os nossos projetos tivessem sequência.

UN – Documentos queimados, atrasos salariais e acusações de transferências ilegais das contas do Fundeb. Qual análise o senhor faz da passagem de Cássia Mascarenhas pelo executivo municipal?

EN – Não quero fazer comentários. Eu me reservo a não tecer comentários. Acredito que este julgamento precisa ser feito pelo povo de Ubatã e pelas autoridades competentes.

UN – O senhor concorreu 7 vezes à Prefeitura de Ubatã. Existe a possibilidade de concorrer novamente ou Edson Neves deixará a vida pública?

UN – Nelson Pelegrino concorreu quatro vezes a Prefeitura de Salvador, Lula concorreu diversas vezes à Presidência. Isso é normal e faz parte do jogo democrático. Então, enquanto Deus me der vida, eu continuarei na política. Agora, daqui a quanto anos é que definiremos se eu concorrerei a algum cargo eletivo ou se apoiarei alguém. Daqui a dois anos haverá eleição, e participaremos ativamente do pleito. Estamos dialogando novamente com o nosso eleitor e continuaremos na política.

UN – Considerações Finais.

EN – Primeiro, quero agradecer a Deus, pela bênçãos alcançadas e a todas as pessoas que oraram pelo nosso retorno. Deus está nos dando essa oportunidade de terminar este mandato como prefeito de Ubatã e quero honrar a confiança dos ubatenses. Independentemente de questões político partidária, quero nesses dois meses governar para todos os ubatenses, organizar a cidade. Não vamos resolver todos os problemas, mas entregaremos uma cidade melhor. A transição será tranquila e não criaremos qualquer problema. E quero dizer a você, meu irmão e minha irmã de Ubatã, que nas próximas eleições estaremos juntos. Que Deus abençoe a todos.

7 respostas para “Entrevista Edson Neves”

Deixe seu comentário