Com os furtos e o avassalador aumento de usuários de drogas no município de Ubatã, vários moradores não sabendo se terão suas residências invadidas por drogaditos, investem em cercas elétricas visando mais segurança.

“Ubatã está tomada pelas drogas, só não percebe isto quem não quer enxergar a verdade. As autoridades precisam tomar alguma providência. Alguns dias atrás meu irmão acordou com um indivíduo dentro do quarto dele que procurava roubar alguma coisa”, relata um morador próximo ao Colégio Estadual de Ubatã que agora investiu nas populares cercas elétricas.

O antigo prédio onde funcionava a Escola Antônio Carlos Magalhães, próximo ao Colégio Estadual e que agora está em ruínas e servindo de ponto para usuários de drogas, torna às ruas próximas a este local uma verdadeira aventura para o cidadão circular durante a noite e deixa os moradores próximos a esta área apreensivos.

Ninguém sabe exatamente se o prédio desta antiga escola é de responsabilidade do Estado ou do Município. O que importa é que alguma atitude deve ser tomada para solucionar este gravíssimo problema que aflige a sociedade há vários anos. E isto tem que partir dos políticos constituídos no município, que até o momento não apresentaram nenhuma solução.

Como diz José Luiz Datena: “Isto é um tapa na cara do sociedade!”

Fonte: A4 Notícias – Juliano Lima