Quase rotineiramente, adolescentes – vamos chamá-los assim – reúnem-se na frente da instituição na qual sou diretora para ameaçar os alunos. Quando chamados a atenção, demonstram comportamento agressivo.

Como se trata de adolescente, comunicamos o fato diversas vezes ao Conselho Tutelar da cidade (Ubatã), mas até o momento nada foi feito. O conselho precisa atuar de maneira mais intensa junto às escolas.

PS. A mensagem do internauta foi publicada na íntegra)

Diretora de Escola Municipal – Ubatã

Não se identificou

Por e-mail