Parece nome de novela, mas o título deste texto ilustra bem, junto com as fotos aqui postadas, a situação vivida por uma moradora ubatense, residente na Rua Vereador Levy. Branca, como é conhecida pelos vizinhos, aparenta ter 60 anos, e mora sozinha numa casa tomada pelo mato e pelas condições subumanas.

De acordo com alguns vizinhos, Branca apresenta problemas psiquiátricos, e diariamente caça, dentro de casa ou em seu quintal, cobras, calangos, lagartos, insetos e ratos para a sua alimentação. Chama atenção, neste caso, que Branca não mora num bairro periférico. Pelo contrário, reside junto a uma faculdade e a poucos metros da casa de um dos empresários mais ricos da região.

Uma professora da Rede Municipal de Ensino de Ubatã, chocada com a situação, procurou a Redação do Ubatã Notícias para denunciar o fato. “Ela arma ratoeiras e caça animais nojentos. Fiquei assombrada e perplexa com a situação. Ela precisa de ajuda.” Relatou, às lágrimas, a professora.

As imagens da casa de Branca dão uma ideia da realidade em que vive essa anciã, mas nada choca mais do que ver, ao vivo e SEM CORES, as condições subumanas dessa pobre senhora.

O Portal Ubatã Notícias, sensibilizado com a condição degradante de Branca, clama ao poder público, a comunidade ubatense e regional que auxiliem este ser humano a ter uma vida digna de ser humano.