Segundo Ricardo Neto, um dos editores deste Portal, a senhora Branca era assistida, há alguns meses, por um grupo da Igreja Católica de Ubatã. No entanto, seu filho (acreditem, ela tem) e uma vizinha acusaram, injustamente, o grupo da Igreja de tentar se apossar da aposentadoria da anciã.

Constrangido, o grupo da Igreja se afastou da anciã, e o seu filho a deixou à própria sorte. O Portal Ubatã Notícias fará contato com as autoridades para saber quais providências serão tomadas a respeito de Branca, que vive em condições subumanas.