1 – Alexandre de Jesus Pereira – UBATENSE – faixa preta de Karatê, Terceiro Dan. Bi-campeão brasileiro, já disputou 4 mundiais. Em 2007 ficou em 2º lugar, em 2008 ficou em 3ª, em 2009 ficou em 1º lugar. Já em 2010, ficou 2º lugar. Possui mais de 300 medalhas em nível regional. É professor da Academia Elite Karatê Clube, em que os alunos vêm se destacando em nível nacional. Vários atletas da Academia estão classificados para o Campeonato Brasileiro. Dá aulas para crianças e adolescentes de Ubatã, projeto este desenvolvido em parceria com a SEMA, cujo objetivo é incentivar a prática do esporte, integrar os jovens e evitar que muitos entrem para o mundo das drogas. Alexandre pratica Karatê há 20 anos.


2 – Erlon de Souza – UBATENSE – Começou a praticar canoagem aos 14 anos e logo mostrou o seu talento. Ganhou sua primeira medalha em Itararé, depois em Itajuipe Em 2008, participou do Brasileiro, em Curitiba e ficou em 2° Lugar. Em Brasília, foi 1° lugar na Maratona. Em sua primeira experiência internacional, ganhou 2 medalhas de prata em 2009, na Argentina. Erlon foi campeão Pan Americano, com 3 medalhas de ouro, no Rio de Janeiro. Participou do Mundial na Rússia em 2009, e ficou entre os melhores do mundo. Campeão no Rio de Janeiro na categoria C2 em 2010. Foi 2º lugar na Hungria e campeão na Alemanha. Nos jogos Sul-Americano em Medellin, foi campeão, trazendo 3 medalhas na categoria C2. Foi campeão Mundial na Polônia em 2010, e 2° no México na categoria C2. Mais recentemente, ganhou as três medalhas de ouro na USP.


3 – Gilmar Silva Santos (26) – UBATENSE – Revelado pelo Vitória em 2003, conquistou os campeonatos baianos de 2003, 2004 e 2005, sendo inclusive artilheiro desse último, além de ter conquistado a Copa do Nordeste de 2003. Em 2006 foi para o Santos, pelo qual foi bicampeão paulista. No ano seguinte, jogou pelo Tokyo Verdy 1969 e depois pelo Yokohama FC, antes de ser contratado pelo Náutico. No time pernambucano, se destacou, sendo um dos maiores artilheiros do Brasil no ano com 29 gols. Logo depois acertou sua transferência de três anos com um time da segunda divisão francesa, o Guingamp. Atualmente, joga no Grêmio Prudente.


4 – Rafael Ribeiro – UBATENSE – Filho de Kaká Ribeiro. Esse atleta, criado em nossa cidade, escolheu o Jiu-jitsu como esporte há alguns anos, e sempre demonstrou muita disciplina e empenho para conseguir resultados expressivos. Em seu cartel, Rafael coleciona, entre outras conquistas, o Hepta-Campeonato Baiano, Campeão Norte-Nordeste, Tri-Campeão da Copa Tormac, campeão Sul Americano Faixa Preta de Jiu-jitsu, e agora ruma célere em direção ao Mundial.


Nota Redação: São incontáveis os exemplos de atletas de Ubatã que vêm se destacando no cenário nacional e internacional. Exceto Rafael Ribeiro, todos os outros da foto acima são pessoas oriundas das camadas populares da comunidade ubatense. Tal fato serve para ressaltar o poder do esporte não apenas enquanto atividade física, social e responsável pela promoção da integração, mas como um instrumento de ascensão social. Parabéns, atletas… vocês nos enchem de ORGULHO.