O Intermunicipal chegou à final com um empate no tempo normal: 1 a 1 no estádio Toca do Gaiamum (Antônio Carlos Magalhães), em Porto Seguro. Houve empate também no primeiro jogo, em Coité: 0 a 0, no domingo passado. Porto Seguro conquistou o título nos pênaltis.
Os gols só sairam no segundo tempo. Gil marcou para seleção da casa aos 4 minutos. Nego da Vovó empatou para Coité, aos 11 minutos.

A decisão foi para os tiros livres direto da marca penal. Coité perdeu as três cobranças e a seleção local, uma.
Final, Porto Seguro 3 a 0, dois gols de Gil e um de Goiano.
A final colocou frente a frente as duas melhores seleções ao longo de todo o campeonato. Porto Seguro decidiu em casa pois teve uma pontuação maior que Coité, 47 x 46. A seleção do sul do estado é inclusive foi a única invicta, e Sisal perdeu em apenas uma oportunidade.
Outra curiosidade foi o confronto do melhor ataque contra a melhor defesa. Com apenas 08 gols sofridos a seleção de Coité sustenta o título de defesa menos vazada, já Porto Seguro balançou as redes dos adversários 44 vezes.

A seleção de Porto Seguro, que foi vice em 2007, jogou 19 vezes, ganhou 14 partidas e empatou 5. Coité apresentou campanha parecida: 14 vitórias, 4 empates e duas derrotas.
Beto Oliveira, técnico de Porto Seguro, é itabunense e foi motivo de muita comemoração de jogadores, diretores e demais integrantes da comissão técnica.
Fonte: Rede Brasil de Notícias