O relatório da operação “Baculejo”, realizada na última sexta-feira (17) no Conjunto Penal de Jequié, no sudoeste baiano, e divulgado nesta terça (21), mostrou que os detentos viviam em uma verdadeira pousada cercada por grades de ferro. Na ação conjunta entre as Polícias Civil e Militar, foram apreendidos 287 ventiladores, 141 aparelhos de TVs, 101 DVDs, 77 rádios, 53 carregadores de celular, 82 telefones celulares, 17 fogões elétricos, 11 churrasqueiras elétricas, um liquidificador, várias mídias de CDs e DVDs, além de cocaína, maconha e 20 litros de cachaça. Vinte e um detentos foram transferidos para as cadeias públicas de Serrinha e Salvador, entre eles Bruno Jesus Camilo, Alex Costa Souza e Tiago Moraes Rodrigues, todos suspeitos de serem mandantes do assassinato do agente penitenciário Luciano Caribé Cerqueira, executado no último dia 16. Três funcionários do Complexo Policial, Antonio Marcos Silva Matos, Jurandi Santos Santana e Nilson Lima Ribeiro foram presos pela prática de atos de corrupção dentro da carceragem.
Fonte: Bahia Notícias