A Oi informa que ainda não é possível estipular prazo para o completo restabelecimento dos serviços de telefonia fixa e banda larga para os clientes afetados pelo incêndio que atingiu a central telefônica da empresa, localizada no bairro de itaigara, em Salvador (BA).
Por meio de nota, a operadora disse que, “na telefonia móvel, os clientes podem experimentar ainda algumas dificuldades pontuais em virtude de congestionamentos”.

Ainda de acordo com a Oi, já foram restabelecidos os serviços de atendimento do Corpo de Bombeiros, do Samu, da Polícia Militar e da Defesa Civil – que haviam sido prejudicados pelo incêndio que começou na terça-feira (21).

“A Oi acrescenta que já informou à Agência Nacional de Telecomunicações sobre o incêndio e seus desdobramentos e vem mantendo o órgão regulador informado sobre o tema”, disse, em nota.

Medidas
Para esclarecer dúvidas a respeito do incêndio e suas consequências, a Oi montou uma central exclusiva de atendimento com o número 0800 031 64 64.

Para minimizar os efeitos do incêndio, a Oi afirma que vai adotar medidas emergenciais para os clientes cujos serviços ainda não estejam normalizados. “Os clientes do serviço de telefonia fixa afetados poderão retirar aparelho para acesso emergencial provisório, que garantirá a comunicação de voz pelo período que o serviço permanecer interrompido”, garantiu a empresa.

Já os clientes do Oi Velox receberão mini-modem 3G para conexão sem fio à Internet.

Esse atendimento emergencial terá início a partir do meio-dia da quinta-feira (23) e o clientes precisam levar documento de identidade e a última conta vinculada ao serviço afetado. “Com essas medidas a Oi espera poder minimizar o impacto desse lamentável acidente na prestação de seus serviços a seus clientes”, diz a empresa.

Fonte:G1