O valor que o Corinthians está pedindo para quem quiser o naming rights do seu novo estádio é 35 milhões de reais por ano. O Santander olhou. Mas já caiu fora.

O Corinthians está batendo na porta de outras grandes empresas oferecendo o negócio. Mas, por enquanto, nada tem de certo – embora seus dirigentes falem nos bastidores que a Fly Emirates acabará topando botar o seu nome no estádio.

A propósito, alguém aí acha que o distinto público chamará o estádio de Air Emirates Arena? É ruim, hein?

Por Lauro Jardim