Um detento que tinha sido beneficiado pela saída temporária de Natal foi preso na manhã desta quarta-feira (29) em Marília, a 435 km de São Paulo. Segundo a polícia, ele não estava com a tornozeleira usada para rastrear os detentos do estado.

De acordo com o escrivão Maurício da Cunha, do plantão policial da cidade, ao ver o carro da Polícia Militar, o homem, de 26 anos, “se assustou e saiu correndo”, mas foi capturado.

Ele estava em uma favela do bairro Vila Barros. Ao checar o nome do detento, a PM ligou para a Penitenciária de Marília, onde ele cumpre pena (o crime não foi informado), e constatou que o rapaz não era fugitivo.

O acessório não foi localizado e o homem retornou ao presídio. Cunha contou que o preso nem chegou a prestar depoimento, pois os agentes penitenciários o levaram da delegacia rapidamente. O boletim de ocorrência foi registrado para informar sobre o sumiço da tornozeleira, que deveria emitir um sinal sonoro ao ser rompida. A polícia não soube dizer se isso ocorreu neste caso.

Desde a saída temporária de Natal, seis presos na região voltaram à cadeia antes do tempo por descumprir as regras que dão direito ao benefício.

Fonte: G1