Balcão sujo e carne mal armazenada

Ontem (05), num breve passeio pelos os açougues da feira pública de Ubatã, a nossa redação notou a grande falta de higiene no local, visto que espalhadas ou penduradas sobre o balcão, as carnes estão expostas a todo o risco de contaminação.

Ossos expostos em cima do balcão

A nossa equipe resolveu, então, vistoriar de perto para saber em quais condições a carne é comercializada no município. Assim, constatamos que a comercialização de carne é realizada com total falta de higiene, e que a população ubatense pode ter sérios problemas de saúde ao consumir os produtos manejados naquele local, extremamente insalubre. Inclusive encontra-se, no local, esgoto a céu aberto.

Esgoto a ceu aberto

Segundo as normas da Vigilância Sanitária, todas as paredes deveriam ser impermeabilizadas, os açougues deveriam ter balcão de refrigeração, uso de tocas higiênicas ou bonés tampando os cabelos dos profissionais, os ganchos não poderiam ter ferrugem, dentre outras normas. Entretanto, não é o que ocorre no município.

A população ubatense merece um local melhor higienizado, entretanto, para isso, faz-se necessário que a prefeitura elabore um projeto em parceria com os comerciantes, abrindo uma linha de crédito para que estes possam adquirir os balcões (como já realizado em várias cidades); realizar uma reforma no local, de modo que a população possa comprar seus produtos sem medo de estes estarem contaminados. O projeto não é fácil, mas vale muito à pena.

Está aí nossa sugestão…

Redação Ubatã Notícias

Clique no link abaixo para ver algumas fotos da feira

http://www.ubatanoticias.com.br/2010/10/feira-municipal.html