Além destes canoístas, Ubatã desponta na canoagem mundial com Erlon Souza, que detém várias medalhas em competições baianas, nacional, sulamericana e internacional. Erlon é medalha de prata nos jogos Pan no México, em 2011, e está entre os setes melhores do mundo na sua categoria, no mundial de canoagem velocidade de 2011, disputado em vários países da Europa.

“Estamos há quatro meses morando em Ubaitaba para poder treinar com mais estrutura. Wesley Faustino, que sempre colabora com o esporte em Ubatã, nos deu casa e toda infraestrutura para podermos treinar tranqüilo. Também, Marcos da Canoagem nos emprestou um barco. Fora disto, Wesley conseguiu com alguns amigos dele ajuda para gente”, relata em uníssono os três canoístas Mathias, Caíque e Caju, fazendo questão de lembrar que o ônibus que vai levá-los até Curitiba foi a Sudesb que alugou a pedido de Wesley Faustino, como vem acontecendo nos quatro últimos anos.

“´Fico triste com o Poder Público de Ubatã em não dar atenção ao esporte. Temos vários campeões a exemplo dos meninos da canoagem, de Alexandre San (Karatê), Neto (Jiu-Ji-Tsu). Temos também a capoeira (Jorge, Uelder), o vôlei, o futevôlei, as escolinha de Karatê do professor Chelli entre outros. É triste esta mendicância que ficamos quando um atleta precisa viajar”, desabafa Wesley Faustino.

Wesley Faustino conta para o redator do UN das dificuldades quando bate a porta para solicitar patrocínio, mas que não desanima e tem esperança em um dia ver os atletas ubatenses sem esta humilhação. “Quero agradecer de coração a algumas pessoas que colaboraram para que estes canoístas tenham sucesso: Expedito Rigaud, Arley Félix, Guiomarndo, Rosildo, Helder Pimentel, Félix Jr (deputado federal), Nino Maragon representações, Marcos da Canoagem (emprestou um barco para os treinamentos) e ao Governo do Estado (Sudesb) na pessoa de Bobô, sempre atencioso com a canoagem baiana e aos demais que amam Ubatã e torcem pelo sucesso dos ubatenses”, discursa.