Desculpem os senhores Prefeitos e Vereadores, mas vocês também falharam. E como falharam! Principalmente ao frustrar as nossas esperanças de ver nossa cidade com um bom governo, onde o dinheiro (e quanto dinheiro!!!) que nos chega devesse ser corretamente aplicado. Frustração de sentir que poderíamos ter um atendimento à saúde melhor. Uma educação melhor e uma segurança melhor. Enfim ser uma cidade melhor.

Ao invés disso, só se vêem denúncias de corrupção. E não se percebe a aplicação da dinheirama que chega a cada mês, em obras, em melhorias no atendimento à saúde da população, em melhorias na educação e nada em segurança.

Nossos dirigentes deveriam pedir o seu boné e sair de cena.Todos eles, ou quase todos, pois, sempre existe a exceção à regra. Reconhecer publicamente a sua falha e fazer um mea culpa. Bater no peito e dizer reconheço a minha culpa, a minha máxima culpa e por isso estou indo embora. Estou caindo fora. Mas a gente sabe como é difícil, como se diz popularmente, largar o osso. E principalmente quem se acostumou a viver da política. Vida mansa sem obrigação de trabalho duro, sem horário, trabalho diário, permanente, como a maioria da população faz para sobreviver.

Todos queremos prosperar, ter uma casa com os benefícios do nosso progresso, com geladeira, TV, computador, aparelho de som e o que mais a modernidade nos proporciona. E um carrinho do ano também, que ninguém é de ferro. É uma legítima aspiração de cada um. Desde que não seja a custo do dinheiro público.

Mas um movimento saudável para mudar as coisas, só pode partir de nós. Ninguém espere que parta daqueles que estão se beneficiando coma situação. Deveria, mas é impossível. Nós que estamos na planície é que temos de dar a largada. Nós que exercemos os nossos trabalhos diariamente. Com as dificuldades de cada dia. Que queremos que a cidade melhore não para termos lucro nisso, mas para que nosso povo seja melhor tratado e respeitado. Que o dinheiro que vem para a nossa cidade, vá para o benefício do povo e não para a conta de alguns. Assim, é preciso que os segmentos organizados de nossa terra, a imprensa, comecem um trabalho de conscientização,para que nosso povo possa mudar o quadro que aí está. Para que a gente possa mandar para casa os velhos e conhecidos beneficiários da corrupção e viver numa cidade melhor, mais respeitada e com mais dignidade.

Repitamos o slogan de Barack Obama, YES, WE CA, ou seja, SIM, NÓS PODEMOS. Se começarmos a acreditar que podemos virar o jogo, somente isto, somente esta crença, já será um primeiro passo para a vitória. É hora de você que está adormecido, despertar. Você que perdeu a crença em dias melhores, volte a acreditar. Que aqueles guerreiros e guerreiras que se encontram desesperançados voltem a ter novamente a esperança que liberta e redime. E, um dia, possamos dizer como o presidente dos EEUU, sim, nós podemos. Nós viramos o jogo. Nós livramos nossa terra dos maus elementos que a denigrem e que tanto prejudicam o nosso povo.

Ubatã, 14 de novembro

PauloCabral Tavares

paulocabraltavares2@yahoo.com.br