O prefeito Jônatas Ventura destacou a participação institucional da Ceplac na consolidação da agroindustrialização de polpa de frutas que ancora no Agropolo a cadeia produtiva da fruticultura no Sul da Bahia, com cinco agroindústrias responsáveis pela geração de 3.960 empregos diretos, produção de 5.712 toneladas de polpa e receita em torno de R$ 52 milhões, em 2010. Além disso, a atividade é responsável pelo plantio de 778,8 hectares em desenvolvimento e 451,0 hectares safreiros com valor da produção de R$ 6,5 milhões de receita ao agricultor. 
A Ceplac exerce papel relevante no Médio Rio das Contas na assistência técnica aos produtores, realização de treinamentos e seminários e suporte aos municípios. Percebo que o superintendente Juvenal Maynart Cunha assegura firme atuação institucional com preocupações com a conservação produtiva e sustentabilidade da lavoura cacaueira e de projetos de diversificação econômica com a fruticultura. Portanto, ao mesmo tempo em que alavanca a produtividade e produção regional, a Ceplac se propõe à conservação do bioma Mata Atlântica numa clara demonstração da capacidade de seus dirigentes e técnicos – comentou Ventura. 
Também estiveram presentes ao encontro, o coordenador-adjunto do Centro de Pesquisas do Cacau (Cepec), José Marques Pereira, o chefe do Escritório Local da Ceplac em Ubatã e coordenador do Território Médio Rio das Contas, José Mendes da Silva, e o coordenador do Agropolo e pesquisador da Ceplac, economista Antonio Carlos Araújo, para quem a renovação da cooperação técnica com o Cimurc sinaliza o fortalecimento das ações no vale. Outras parcerias institucionais do Agropolo são as secretarias da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária e de Indústria, Comércio e Mineração da Bahia, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), Senar, Sebrae, Instituto Biofábrica de Cacau e Associação dos Produtores de Frutas (Aprofuta). 
 Jornalista ACS/Ceplac/Sueba