Há alguns dias mostramos um quebra-molas digamos “diferente”. Hoje, explicaremos a razão para algo tão esdrúxulo. A explicação foi que depois da metade do quebra-molas construído, uma moradora ameaçou acionar o Ministério Público, visto que o “obstáculo” ficaria em frente à porta de entrada de sua casa. Assim, a prefeitura recuou e quebrou, literalmente, o quebra-molas. O resultado do “mal-entendido” o internauta pode conferir na foto que ilustra a matéria. Se a moda pega…

Redação Ubatã Notícias