Parecia comemoração de título. Ronaldinho Gaúcho conseguiu transformar uma quarta-feira comum, uma tarde qualquer, em dia de festa memorável para os rubro-negros. Com o gramado da Gávea escondido por um mar vermelho e preto, o novo camisa 10 falou pela primeira vez à sua nova nação.

– Obrigado pelo carinho. Queria dizer que espero retribuir tudo isso. Vamos com tudo. Nação, estou fechado com vocês. Agora eu sou Mengão – gritou, em um palco lotado e desorganizado.

Segundo estimativas da polícia, havia 20 mil torcedores no local.

Ronaldinho chegou ao palco às 17h20m, cercado de seguranças, passando com muita dificuldade pela arquibancada. Depois do sufoco, abraçou o sambista Dudu Nobre, que puxou o coro de “que torcida é essa” e o famoso “vai começar a festa”. No palco, Vagner Love também girava a camisa e cantava. A primeira a falar foi a presidente Patrícia Amorim, bastante emocionada.

– Obrigado, nação rubro-negra. Não tenho nada para falar, a festa é dele – disse a dirigente, pouco antes de colocar a mão no coração do jogador, tentando medir a euforia do astro.

Fonte: Globo Esporte