Aliança vencedora em 2008, entre ACM Neto e João Henrique, poderá acabar em breve


O Democratas, aliado do prefeito João Henrique Carneiro desde o segundo turno da eleição de 2008, decidirá em março, em âmbito partidário, se manterá ou não o apoio à atual administração de Salvador. Apesar de o partido ter sido fundamental para a vitória naquele pleito, devido à aliança com o deputado federal ACM Neto – derrotado na primeira etapa –, e figurar atualmente com dois secretários no Município, Marcelo Abreu (Transportes e Infraestrutura) e Joaquim Bahia (Fazenda), ainda não sabe se permanecerá na atual gestão, mergulhada em um mar de dificuldades. Ao se isentar da última reforma administrativa, Neto, que indicou o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Cláudio Tinoco, assegura que esta foi a sua única recomendação. “Não participei desse processo de mudança no secretariado”, afirmou o parlamentar ao Bahia Notícias.

(Evilásio Júnior)