Milhares de pessoas aproveitaram até a madrugada a Festa da Nossa Senhora da Purificação, em Santo Amaro (a 74 quilômetros de Salvador). Por volta das 20h, o público ainda era animado com as atrações musicais que tocavam nos trios. Harmonia do Samba, Psirico, Ilê Ayê e Negra Cor foram algumas das bandas que agitaram a parte profana da festa.

Os festejos religiosos, conduzidos pela família Veloso, começaram pela manhã, quando a mais ilustre das participantes, Claudionor Veloso, a Dona Canô, saiu de sua casa para participar do cortejo em um carrinho de golfe. D. Canô estava acompanhada dos filhos, entre eles a cantora Maria Bethânia, e o secretário de Cultura da cidade, Rodrigo Veloso. O cantor Caetano Veloso não estava presente.

Aos 103 anos de idade, D. Canô, que marca presença na festa desde os quatro anos, fez piada ao tomar um gole de cerveja em um brinde durante o trajeto: “Ô coisa ruim”, exclamou após provar a bebida, em tom de desaprovação, provocando risos entre os que a acompanhavam.

Fonte: Correio