Na nota que publicou sobre o acidente no baile de formatura de estudantes de Biologia, a diretoria do Iate Clube informou que estava dando assistência às vítimas. Ocorre que estas reclamam de não ter recebido sequer um telefonema dos representantes do clube.

A comissão de formatura junta provas para entrar com uma ação contra o Iate e também aponta outro equívoco na nota do clube: há muito mais do que quatro pessoas hospitalizadas, ao contrário do que diz o texto divulgado. Felizmente, não há feridos em estado grave (é quase um milagre!).

Uma boa notícia é que o bebê de oito meses que sofreu traumatismo craniano após a queda do deck já se encontra fora de perigo.

Fonte: Pimenta na Muqueca