“Um atestado de que a Bahia aprovou a gestão do PDT”, afirma o presidente estadual da legenda, Alexandre Brust. Atualmente o partido  detem o comando no primeiro escalão do governo estadual com duas secretarias: Ciências e Tecnologia (Secti) e Administração Penintenciária (Seap), geridas, respectivamente, pelos deputado estadual licenciado Paulo Câmera e o primeiro suplente de senador Nestor Duarte.

Nas eleições municipais do ano passado, o PDT,  além dos 43 prefeitos, elegeu 31 vice prefeitos e 373 vereadores. “Estamos representando no executivo e legislativo  em 231 municipios”, assegura o presidente estadual do partido.  No município de Ubatã,  o PDT conquistou a vice prefeitura quando elegeu na chapa de Simeia Queiroz (PSB), Wesley Faustino, como também conquistou a presidência da Câmara de Vereadores com a eleição do vereador, de primeiro mandato, Nino Maragon. Dos três candidatos ao legislativo municipal, o partido elegeu um e ficou com o ex-vereador José Domingo na  primeira suplência.