O sobrinho do deputado federal e ex-pugilista, Acelino Popó Freitas, Paulo Roberto Coelho Júnior, 20 anos, foi vítima de latrocínio, por volta de 1h da manhã desta terça-feira, 8, no município de Itabaianinha, a 118 quilômetros de Aracaju.

Ele reagiu a uma tentativa de assalto e foi atingido por dois tiros disparados por um rapaz que tentou roubar uma corrente que levava no pescoço. Segundo a delegada Rosana de Souza Freitas, que responde interinamente pela coordenadoria de delegacias do interior, equipes da Polícia Civil estão na região à procura do latrocida.

No momento do crime, Paulo Roberto estava acompanhado da namorada e mais duas amigas, brincando na praça principal de Itabaianinha. A namorada de Paulo e as duas amigas, que não tiveram os nomes divulgados, disseram em depoimento à polícia que um homem se aproximou da vítima, jogou cerveja em seu rosto e tentou arrancar a corrente. Como Paulo reagiu, o rapaz sacou uma arma e disparou dois tiros. A vítima ainda chegou a ser levada para o hospital da cidade, mas morreu no trajeto.

Paulo Roberto, que morava em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, resolveu passar o Carnaval em Itabaianinha para ficar com a namorada, que mora em Itabaianinha e fugir do Carnaval da capital baiana, que considerava violento.

O pai de Paulo Roberto e irmão de Popó, Paulo Roberto Coelho, estava inconsolável, no Instituto Médico Legal (IML), em Aracaju, aguardando a liberação do corpo para o sepultamento. O horário do enterro não foi divulgado.

“Meu filho era uma pessoa tranqüila e resolveu sair de Salvador para se divertir aqui em Sergipe com a família da namorada. Ele não se envolveu em nenhuma confusão. Foi assalto. Tentaram levar a corrente dele. Como ele não entregou, atiraram tirando-lhe a vida”, lamentou Paulo Roberto Coelho.

Fonte: A Tarde On Line