Ailton Assunção – Tensão arterial 190×90 mmHg

Hoje (15), por volta das 16h, um oficial de justiça e a PM foram a casa de Ailton Assunção Garcia, na Rua Augusto Magalhães, cumprir um mandado de despejo. O reclamante da ação é Rosildo dos Santos Cardoso. A decisão foi tomada pelo juiz substituto da comarca de Ubatã, Drº Antônio Carlos Maldonado Bertacco.

Segundo Ailton Assunção, dono da residência, ele conheceu uma mulher chamada Geisa Ferreira. Essa mulher, ainda de acordo com Ailton, lhe aplicou um golpe, fazendo com que ele assinasse, sem conhecimento, uma procuração que passava a casa dele (Ailton) para o agiota Rosildo caso um empréstimo de R$10.000,00 não fosse pago.

Ação de despejo

Logo depois de receber o dinheiro da mão do agiota, Geísa sumiu da cidade, mas antes, e em curtíssimo tempo, aplicou outros golpes. Como a dívida não foi paga por Ailton Assunção, que alegou não ter condição de fazer o pagamento, a justiça de Ubatã obrigou o agora sem-teto a entregar a casa ao agiota.

Ailton, que estava sendo atendido quando chegamos a sua residência, confidenciou a nossa redação que ficará na casa de um amigo enquanto a situação é resolvida.

Para ver mais fotos, clique no link abaixo:

http://www.ubatanoticias.com.br/2010/12/fotos-do-despejo.html

Redação Ubatã Notícias