Por serem presas fáceis, várias mulheres estão sendo vítimas de marginais. Explica-se: têm sido constantes os casos de perseguições a mulheres, em Ubatã, seja no centro ou na periferia da cidade.

– Na semana passada, fui seguida por dois marginais, que me abordaram em frente ao Colégio Estadual e continuaram me seguindo até próximo a minha casa, só desistiram quando senti medo e chamei e chamei amigos – disse uma ubatense a nossa redação.

Neste mês, pelo menos 4 mulheres já foram seguidas por marginais, inclusive uma delas chegou a ser assaltada.

O pouco policiamento e a inoperância da Prefeitura Municipal de Ubatã que deixa as ruas às escuras são fatores que contribuem para a ação dos marginais.

Mais uma vez o Portal Ubatã Notícias cobra providência do poder público local, uma vez que a cidade não pode ser refém de marginais.

Redação Ubatã Notícias