Apesar de não estar em pauta nenhum projeto considerado relevante para a comunidade ubatense, o clima ontem (24) esquentou durante a sessão. Com direitos a questionamentos e polêmicas.

O vereador Fernando Fernandes – FF – argumentou acerca da importância de haver uma união entre os edis e ao mesmo cobrou uma postura atuante dos colegas a respeito dos problemas do município.

– Quando era Agilson, a gente cobrava, e agora ficamos calados, sem fazer nada, – disse FF.

O vereador César Sales pediu a palavra e afirmou que o discurso de FF era demagogo e hipócrita, pois toda a Câmara não tem cobrado do executivo providências para melhorar a cidade.

O vereador Hélder Pimentel também alfinetou FF, pois este havia afirmado que não entendia o porquê do colega Hélder ter assumido a presidência dos trabalhos. – Como consta no Regimento interno da Câmara, na ausência do presidente, quem preside a sessão é o vice -, afirmou o vereador Hélder Pimentel.

Entre mortos e feridos, salvaram-se todos. Só a presidente da Casa faltou à sessão, a vereadora Cássia Mascarenhas.

Redação Ubatã Notícias