Telefone público foi arrancado

Se você precisa ligar para alguém, mas não tem um celular, é bom ficar preocupado. Hoje é tarefa difícil na cidade achar um telefone público funcionando, sem falar daqueles que foram destruídos pela ação de vândalos.

Já publicamos uma matéria referente a este assunto aqui no UN, mas nenhuma providência foi tomada nem pelo poder público e também pela operadora OI, responsável pela manutenção dos orelhões.

Este orelhão que ilustra esta matéria fica em frente à Escola Edson Neves, e foi arrancado por vândalos que moram nas proximidades da Instituição. Lamentável!

Redação Ubatã Notícias