Magnólia – Diretora da APLB

Em Assembleia realizada ontem (12), a Associação dos Professores Licenciados da Bahia – APLB – Delegacia Baixo Médio Rio das Contas – decidiu paralisar as atividades caso o prefeito Edson Neves continue se negando a receber o sindicado.

A paralisação ocorreria no próximo dia 25, e seria de apenas um dia. A APLB enviará um ofício ao prefeito para marcar uma reunião, e caso o chefe do executivo não atenda o sindicato, as atividades seriam paralisadas.

De acordo com a APLB, a paralisação seria apenas uma iniciativa para chamar a atenção do executivo, caso as solicitações não sejam atendidas, será declarada a greve da categoria.

A Rede Municipal de Ubatã conta hoje com aproximadamente 300 professores, sendo que cerca de 70 deles compareceram à assembleia da categoria.

Redação Ubatã Notícias

Nota da Redação

O fotógrafo do UN se prepara para tirar uma foto quando uma professora, sem pudor algum, levantou-se para não ser fotografada. Será que ela estava no lugar errado? Curioso!