Apesar de as especulações, não há uma data prevista para acontecer audiência que definirá o retorno de Agilson Muniz ou a permanência de Edson Neves a frente do executivo municipal.

Na última audiência, o desembargador Maurício Kertzman pediu vista no processo quando o placar apontava 2 x 1 para Agilson Muniz. Segundo a nossa redação apurou, as articulações para antecipar a data da nova audiência continuam a todo vapor, e em até 30 dias o processo será julgado.
Redação Ubatã Notícias