A ubatense Marisa Santos Fernandes (20), moradora da Rua Antônio Gomes Filho, Bairro Glória, entrou em contato com a nossa redação para externar sua insatisfação quanto ao tratamento recebido no Hospital Municipal de Ubatã.

De acordo com Marisa, a médica Sônia Maria Leal de Oliveira – CREMED 2952 – foi extremamente grosseira ao lhe atender numa consulta ontem à tarde (14), por volta das 16:30h.

– Fui ao hospital, pois estava sentindo dores insuportáveis. Pedi à médica que ela me passasse alguns exames, mas ela perguntou se eu não estudava ou trabalhava para ficar atrapalhando o tempo dela. Fiquei tão sem chão que nada falei a ela, – disse, emocionada, Marisa a nossa redação.

Marisa disse ainda que nunca mais voltará a se consultar com a profissional, pois se sentiu muito humilhada com a situação.

Redação Ubatã Notícias

Nota da Redação:

O espaço é democrático. Ouvimos a versão de Marisa Fernandes, caso a médica queira se manifestar, o espaço está aberto.