Com que roupa eu vou?

A campanha eleitoral nem bem começou e já tem pré-candidato a vereador comprando o terno da posse. Em caso de derrota, com o clima favorável, o terno pode vim a calhar num velório.

Como?

Corre a boca pequena na cidade um boato que um pré-candidato a vereador, com no máximo 30 votos, pediu uma verdadeira fortuna para fechar um apoio. Só o Banco Central para dar jeito! 

Que Onda!

A previsão é de muita nebulosidade, pancadas de chuva com ventos fortes na disputa interna para chapa da onda. A ausência de nomes com densidade eleitoral não tem deixado o clima tranquilo e muito menos favorável.

Aqui, não!

Com tanto vereador em exercício garantindo que ninguém sentará em sua cadeira, os interessados, devem levar, por via das dúvidas, os seus próprios bancos de casa.

A Maldição!

Já tem gente ressabiada em Ubatã. Juntaram numa mesma chapa o 25 e a onda azul. A dupla junta já soma quase 10 derrotas nas eleições municipais. O tempo fechou!

Injetado!

O sempre autointitulado “Mago da Política”, FF, levou 1 x 0 do vereador Nino Maragon, que ainda está em seu primeiro mandato. Resultado, FF foi injetado da presidência da Câmara e perdeu o rumo de casa.

Cabide!

Tem gente prometendo tanto emprego caso vença as eleições que nem o Governo Federal teria lugar para acomodar tanta gente. Haja cabide!

Barrados no Baile!

Proibiram alguns correligionários de pedir votos e até mesmo de publicar no face para não queimar a campanha eleitoral. A época da queima de dinheiro causa pavor!

Haja Química!

Diz a lenda que água e óleo não se misturam. Em Ibirataia querem inverter a lógica e estão preparando uma junção da família Fair com a família Leal. Haja química!

O Conto do Vigário

Um político ubatense fechou um acordo de apoio para receber em 04 parcelas. Resultado… duas já estão vencidas. Após reclamar, ouviu a resposta: – até as prefeituras baianas estão atrasando os salários. Difícil!