O clima esquentou quando o vereador Antonio Kalid pediu a palavra e fez um duro discurso: “a mudança está acontecendo por interferência política. O projeto original era na margem direita e mudaram para a esquerda, passando pelas terras de 82 assentados na fazenda Santa Irene e 22 na São Jerônimo. Mudou de uma fazenda para várias”,  bradou o vereador.

A maioria dos presentes como os diretores dos assentamentos Santa Irene e São Jerônimo, respectivamente Valdomiro Bispo, Gildo Ribeiro e Jorge Vasconcelos, disseram que a ferrovia e a hidroelétrica são bem vindas pois trarão benefícios aos município, mas não pode ser passando por cima de tudo e de todos. “Precisa-se conversar muito para nenhum dos dois terem perdas”, falaram.

“Vamos defender o que for melhor para a cidade”, garantiu o prefeito Altamirando dos Santos (Sapão), deixando claro que é a favor do desenvolvimento, mas sua luta é pelo bem dos moradores de Gongogi.

Redação Ubatã Noticias