A Câmara de Vereadores de Ubatã votará, na próxima quarta-feira (06), um pedido de revogação da Lei 14/2010. Tal projeto permite ao executivo firmar convênios, cooperações e contratos com entes de direito público e privados nas esferas federal, estadual e municipal, pelo período de 1º de janeiro a 31 de dezembro.

Caso a lei seja revogada, causará estragos na administração do prefeito Edson Neves, pois o chefe do executivo ficará impossibilitado de firmar qualquer tipo de convênio, inclusive na área de saúde, educação, iluminação etc. Para ser revogada, é preciso os votos de 2/3 dos vereadores, ou seja, seis votos.

Redação Ubatã Notícias