Na próxima quinta-feira (01), a Câmara de Vereadores de Ipiaú votará as contas do prefeito Deraldino Araújo, contas estas que vieram reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios – TCM, mas que depois houve reconsideração. A expectativa pela votação tem alterado o contexto político da cidade.

Caso as contas do prefeito sejam reprovadas, a situação gerará um fato curioso: as duas maiores lideranças políticas da cidade – Deraldino e Mendonça – estarão inelegíveis e, portanto, será aberta a oportunidade para que novos candidatos concorram ao executivo ipiauense.

Em Ubatã, a Câmara de Vereadores deve votar as contas de Agilson Muniz – também reprovadas pelo TCM – no próximo mês. Ao contrário de Ipiaú, a aprovação das contas de Muniz já é dada como certa nos bastidores da política local.

Redação Ubatã Notícias