Ajuste repassado à conta FUNDEB – R$ 239.875,61

O Ministério da Fazenda e o Ministério da Educação – MEC – fazem, anualmente, um repasse à conta do FUNDEB, que se refere à diferença do ajuste do custo aluno/anual. Cerca de R$ 240 mil reais estavam disponíveis na conta, mas a Prefeitura de Ubatã, ainda sob a gestão do ex-prefeito Edson Neves, não repassou o dinheiro aos professores do município.

Como o prefeito Agilson Muniz assumiu a prefeitura cheia de dívidas e sem dinheiro em caixa, os cerca de R$ 240 mil reais do Ajuste FUNDEB tomaram “destino ignorado”. O dinheiro deveria ter sido rateado entra os cerca de trezentos professores, em pleno exercício, da Rede Municipal de Ensino de Ubatã.

Em Gandu, a prefeita Irismá Souza (PC do B), apesar de poder repassar apenas 60% do valor total do ajuste aos professores, repassou 100% dos recursos recebidos. Cada professor de Gandu recebeu, então, uma bonificação de R$ 1.006,00. A APLB de Ubatã deve discutir o pagamento do Ajuste FUNDEB na próxima reunião com o prefeito Agilson Muniz.

Redação Ubatã Noticias