Prefeitura contratou servidores em demasia

O elevado número de funcionários contratados pela Prefeitura de Ubatã tem sido uma das principais críticas ao governo Agilson Muniz nesta segunda parte. Em algumas escolas municipais, por exemplo, há diversos servidores contratados, que ali estão não por necessidade do setor educacional, mas por apadrinhamento político.

A maioria dos servidores contratados são indicados por uma parte dos vereadores, que pressionam o executivo a aceitar a situação. “Há um vereador que tem mais de quarenta contratos na administração”, revela uma fonte do governo Agilson Muniz. Um edil ubatense, em conversa informal com o UN, afirmou que possui diversos contratos na administração.

A divisão de cargos entre partidos e também entre políticos faz parte do jogo democrático, mas em Ubatã, sob a influência de alguns vereadores, essa máxima tem extrapolado a lógica e a ética, sobretudo pelo elevado número de contratos. A bem da verdade, se a maioria dos edis ubatenses dependessem da produtividade legislativa e do bom senso, teriam de arranjar urgentemente outro meio de vida. A Promotoria Pública Ubatense deve se manifestar sobre a situação nos próximos dias.

Redação Ubatã Notícias