Apesar de o Governo do Estado ter nomeado 1559 professores aprovados no último concurso público, realizado em janeiro deste ano, para o ensino fundamental e médio, a Bahia deve começar 2012 com um déficit de 10 mil professores efetivos nas salas de aula.

Segundo matéria do A Tarde, o Estado conta, atualmente, com 42.993 professores na rede pública de ensino, mas destes, 7.287 são temporários. As vagas deixadas por eles, somadas às 4,3 mil aposentadorias previstas até fevereiro do próximo ano, gerarão uma demanda de 11.587 docentes que deveriam ser efetivados na rede.

Em recente entrevista concedida ao Ubatã Notícias, o Secretário de Educação da Bahia, Osvaldo Barreto, afirmou que o último concurso aprovou 3.200 candidatos, e que todos serão chamados até o início do ano letivo de 2012. No entanto, como se nota, a convocação não será suficiente para preencher a lacuna da falta de professores.

Redação Ubatã Notícias