Processo de infidelidade partidária foi aberto pela Procuradoria Regional Eleitoral

O Bahia Notícias publicou uma matéria hoje (17) à tarde que promete deixar o vereador Durval Borges (ex-PT, agora PSB) com as barbas de molho (ler matéria). De acordo com o site, a Procuradoria Regional Eleitoral baiana – PRE-BA move uma ação por infidelidade partidária contra o edil.

O chefe da PRE-BA, Sidney Madruga, em nota, defendeu a punição a Durval Borges e outros supostos infieis. Para ele, o acordo mútuo entre o político e partido do qual ele se desfilia não se configura como justa causa e, portanto, não torna o primeiro imune à perda do cargo.

O Ubatã Notícias entrou em contato com o vereador Durval Borges, e este disse estar bastante tranquilo, pois além de estar bem assessorado juridicamente, o edil diz possuir uma carta de sua liberação partidária pelo Diretório Municipal do PT. A questão, no entanto, deve render uma bela dor de cabeça ao edil.

Redação Ubatã Notícias