Bandidos incendiaram estúdio da FM na últimasexta-feira (23)

O presidente da Associação Baiana de Imprensa(ABI), Valter Pinheiro, disse ontem que “o ato criminoso que destruiu todo oestúdio da rádio Ubatã FM, na última sexta-feira (23), é algo que merecerigorosa apuração da Secretaria de Segurança Pública, pois ali ficoucaracterizado um atentado à liberdade de imprensa.

Valter Pinheiro, após receber a visita dodiretor da emissora, Edson Neves Filho, prometeu empenhar-se junto àsautoridades governamentais para que mais esta agressão a um órgão decomunicação não fique sem esclarecimentos, com os seus responsáveis impunes,informa o site Política Livre.
RedaçãoUbatã Notícias