Prefeitura castiga locatários com atrasos

Os locatários de prédios alugados à Prefeitura de Ubatã estão cortando um dobrado para receber os valores referentes ao pagamento dos alugueis. Há casos, não raros, que os atrasos, como o do prédio onde funciona a Merenda Escolar, que o atraso chega a 7 meses.

A maioria dos débitos, que castigam os locatários, são referentes à gestão Agilson Muniz (PCdoB) e também à gestão Edson Neves (PSD). “Nenhum dos dois teve responsabilidade. A diferença é que agora a situação está ainda mais grave”, disse um locatário ao Ubatã Notícias.

“Serei eternamente grato no dia em que a Prefeitura de Ubatã devolver o meu prédio. Como isso não acontecerá em acordo, vou ingressar com uma ação na Justiça requerendo o despejo”, disse outro locatário, que corre o risco de não receber os valores dos alugueis e ainda herdar débitos com a Coelba e também com a Embasa.

Redação Ubatã Notícias