Câmara ainda votará duas contas reprovadas do alcaide

O prefeito de Ibirapitanga Antônio Conceição Almeida (PSL), o Gude, ainda não declarou publicamente que é pré-candidato à reeleição, fato que deve ocorrer nos próximos meses. Antes disso, no entanto, o atual alcaide tem duas pendências para resolver, e ambas com a Câmara de Vereadores.

Em setembro do ano passado o legislativo ibirapitanguense reprovou as contas de Gude, mas a Justiça anulou a sessão sob a alegação que os princípios constitucionais da ampla defesa e do contraditório foram violados. A Câmara terá de realizar uma nova sessão para votar novamente as contas do prefeito.

Além disso, o TCM reprovou, no final do ano passado, mais uma vez, as contas da Prefeitura de Ibirapitanga. Após as contas chegarem ao legislativo, a Câmara terá 60 dias para colocá-las em votação. Ou seja, Gude terá de passar por duas provas de fogo se quiser se candidatar à reeleição. O problema é que o alcaide não tem maioria na Câmara. As sessões  ainda não têm datas definidas para ocorrer.

Redação Ubatã Notícias