Risco de debandada de alunos, no entanto, é mínimo

A rede municipal de ensino de Ubatã começou a receber, desde a semana passada, os primeiros alunos da rede pública estadual. Alguns pais, preocupados com a greve da rede estadual que já dura cerca de um mês, já matricularam seus filhos em escolas municipais. Pelo menos quinze matrículas já foram realizadas.

“Pedimos aos pais que tenham um pouco de paciência. Afinal não lutamos apenas por aumento salarial, mas por melhores condições de trabalho. Faço um apelo para que mantenham os alunos na rede estadual, até para não enfraquecer o nosso movimento, que é justo”, disse uma professora da rede estadual.

A rede estadual, a princípio, não deve temer uma debandada de alunos para rede municipal de ensino, até porque não há grade ofertas de vagas. Os professores do estado reivindicam aumento linear de 22,22%, mas o estado diz não ter verba para esse aumento. Na última terça-feira (08) o governador Jaques Wagner (PT) foi muito vaiado por diversos professores da região em visita à cidade de Ubaitaba.

Redação Ubatã Notícias