Gude tem duas contas reprovadas pelo TCM

A oposição de Ibirapitanga, composta pelos vereadores Jean Assunção (PT), o Jé, Dinho Mecânico (PP), Karlo Dalmar (PV) e Vanda Barcelos (PSD), quer que as contas do prefeito Antônio Conceição de Almeida (PSL), o Gude, referente ao exercício de 2009 e 2010, sejam votadas ainda no primeiro semestre deste ano. As contas foram reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Em setembro do ano passado a Câmara votou e reprovou as contas de Gude referentes ao exercício de 2009, mas a Justiça anulou a sessão sob a justificativa de que os princípios constitucionais da ampla defesa e do contraditório foram violados. A oposição quer agora que o presidente da Câmara, Getúlio Pinto (PSC), coloque novamente as contas do gestor para apreciação.

A oposição espera, também, a chegada à Câmara de Vereadores das contas referente ao exercício de 2010. Após a chegada das contas, a Câmara tem 45 dias para colocar em votação. Gude precisará de 6 dos 9 do legislativo ibirapitanguense para reverter a decisão do TCM. O problema é que o alcaide só tem o apoio de cinco dos edis. A batalha promete.

Redação Ubatã Notícias