Foto Reprodução

Do Bahia Notícias

A disputa entre duas facções rivais tem provocado terror no presídio de Itabuna, no sul do estado, onde cada grupo ocupa uma ala do prédio, construído para abrigar 480 detentos, mas que atualmente conta com o dobro da ocupação. A rivalidade é reconhecida pela própria direção da unidade – “se juntar hoje provavelmente poderá ocorrer algum conflito, como ocorreu no passado recente”, admite o diretor – e até na internet, em que vídeos mostram supostos integrantes dos grupos com armas na mão.

A polícia acredita que a disputa entre os grupos esteja por trás da violência na cidade. “Acreditamos na relação do tráfico de drogas com essa guerra que existe na cidade de Itabuna entre o raio A e o raio B. Por conta disso, esses indivíduos estão passando pela cidade, encontrando desafetos e efetuando disparos mortais”, afirmou o coordenador regional da Polícia Civil em Itabuna, Moisés Damasceno.