Justiça determina cancelamento da Micareta

O juiz titular de Ubatã, Dr. Carlos Antônio Maldonado Bertacco, confirmou com exclusividade ao Ubatã Notícias que acatou a Ação Civil Pública impetrada pelo Ministério Público que pede o cancelamento da Micareta de Ubatã. A Ação foi movida ontem (14) pelo Promotor de Justiça de Ubatã, Dr. Iury Lopes de Melo.

O representante do Ministério Público condicionou, na Ação impetrada, à realização da Micareta à regularização do pagamento de débitos com a Coelba e também com a Embasa. Além disso, o MP quer que a Prefeitura de Ubatã promova melhorias nas condições do Hospital e também o pagamento dos servidores contratados.

Cabe ao prefeito Edson Neves (PSD) recorrer da decisão e conseguir uma liminar junto ao Tribunal de Justiça que garanta a realização do evento. Pessoas já trabalham na montagem de camarotes, stands, banheiros químicos e toda a estrutura da festa. O evento tem previsão de custo de, no mínimo, R$ 700 mil reais.

Redação Ubatã Notícias