Efetivo reduzido da PM e da Civil preocupa - Itamarati

A população da vizinha Ibirapitanga está temerosa com a onda de assassinatos, assaltos e tiroteios que tem assolado à cidade e também o distrito de Itamarati. Segundo estatísticas da PM, já foram registrados três assassinatos e pelo menos quatro pessoas foram baleadas na sede e também no distrito este ano. Além disso, foram registrados muitos assaltos na BA-652, que dá acesso a Ibirapitanga.

E pelo menos dois crimes deixaram à população chocada. Em fevereiro um trabalhador rural teve a cabeça decepada a golpes de facão, numa pendenga relacionada à disputa por terras. Já no início desse mês, bandidos mataram um guarda municipal e deixaram outro ferido em Itamarati.

Há mais de quatro anos Ibirapitanga não conta com um delegado titular. E só tem um agente da Polícia Civil. A população reclama ainda do pequeno efetivo policial da PM, que conta apenas com 16 policiais (oito na sede e oito no distrito – dois trabalham por turno) para atender a uma população superior a 35 mil habitantes. Dureza!

Redação Ubatã Notícias