Denúncia será feita pelo médico Fernado Pombo

O Hospital Municipal de Ubatã, conforme denúncia que será protocolada nesta quarta-feira (23) no Ministério Público (MP), possui cinco médicos fantasmas. A denúncia pede um processo investigatório para o fechamento da Unidade Hospitalar e a apuração das responsabilidades civil e criminal do ex-gestor Edson Neves (PSD). O denunciante é o médico Fernando Daniele Saione Pombo.

Ainda de acordo com a denúncia, a Prefeitura de Ubatã vinha utilizando cadastros de médicos que não trabalham há muito tempo no município para enganar o Sistema de Saúde e auferir renda por cada profissional cadastrado. Os médicos que constam no cadastro são Dinovaldo Soares Sena, Veldo Cordeiro, Maria Socorro dos Prazeres, Walbert Silva e Abian Eliel Rosas Maquera.

Segundo a Assessoria Jurídica dos Médicos, os profissionais não tinham conhecimento do uso indevido de seus nomes. “O Dr. Abian Maquera consta no cadastro como Diretor Clínico, mas nunca assinou uma Autorização de Internação Hospitalar (AIH). Devem estar falsificando a assinatura dele. Ele pediu desligamento quando soube da fraude”, disse o advogado das partes.

Na semana passada uma equipe da Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab) realizou uma auditoria no setor de saúde do município para apurar as possíveis irregularidades. Ontem (22) a Câmara de Vereadores afastou o prefeito Edson Neves do comando do executivo e uma das denúncias foi o descaso com a saúde do município. O ex-gestor deve se posicionar nos próximos dias sobre o assunto.

Redação Ubatã Notícias