Denúncia propondo CPI do lixo será protocolada

A Câmara de Vereadores de Ubatã promete não dar folga a gestão Edson Neves (PSD). Nesta segunda-feira (28) será protocolada mais uma gestão contra o atual alcaide, desta vez será a respeito do valor pago à empresa que realiza a coleta do lixo da cidade, informa a presidente da Casa, a edil Cássia Mascarenhas (PMN).

A empresa que realiza a coleta de lixo da cidade cobra cerca de R$ 135mil. Alguns vereadores afirmam que o valor é muito elevado, sobretudo porque só há um caminhão compactador realizando o serviço na cidade. “Será apresentada a denúncia e, se aprovada, será instaurada a CPI do lixo”, disse Mascarenhas.

A bronca da presidenta da Câmara e de parte dos edis é, também, com o dono da empresa que presta o serviço de coleta de lixo, pois este estaria tentando seduzir alguns os vereadores a aderirem – novamente – à gestão Edson Neves. No ano passado o vereador Helder Pimentel (PMDB) tentou aprovar a CPI do lixo, mas tomou um retumbante 8 x 1 na Câmara. As coisas mudaram de lá pra cá.

Redação Ubatã Notícias