Brita é vendida no lugar de crack (Foto: Ubatã Notícias)

Nesta segunda-feira (28), por volta das 11:45h, a Guarnição Rondesp Canoa Forte da Polícia Militar, composta pelos soldados Elizon Júnior e Gilmar Silva, prendeu um homem na Rua da Várzea. A situação passaria despercebida, se não fosse por um detalhe: o homem estava com quatro pedras (de brita) enroladas com papel laminado.

O homem contou aos policiais militares que foi enganado por um traficante, que o teria vendido quatro pedras (de brita) no lugar das pedras crack. Ainda de acordo com a “vítima”, ele teria pago a quantia de R$ 20 reais pela “droga”. O mesmo homem, no entanto, foi abordado na semana passada e foi encontrado com ele a “droga falsa”.

A suspeita da Polícia é que o homem preso esteja enganando os “consumidores” e vendendo droga “de péssima qualidade”. O homem negou que seja traficante, se disse usuário, e atribuiu o “jogo sujo” aos espertalhões de plantão, que na hora de vender o produto trocam o material ilegal, pelo legal. Coisas da nossa terra.

Redação Ubatã Notícias