"Convocação" é assédio moral, diz advogado

A Secretaria Municipal de Educação (SEME) “convocou” hoje (29) diretores, vice-diretores e coordenadores escolares para comparecer “espontaneamente” na sessão de logo mais da Câmara de Vereadores de Ubatã, onde será lida mais uma denúncia contra a gestão Edson Neves (PSD). A ordem, claro, partiu do executivo.

“Isso é um desaforo. O aviso foi passado de maneira oral, mas tivemos que assinar um papel que já constava o nosso nome e cargo ocupado. Esses absurdos não são de agora, pois em tempos anteriores já fomos até mesmo ‘convidados’ para participar de passeatas”, disse, indignado, um profissional da educação.

O objetivo da gestão Edson Neves é lotar as dependências da Câmara e pressionar os vereadores, que devem acatar mais uma denúncia contra a atual gestão. “Trata-se de assédio moral”, dispara um advogado ouvido pelo Ubatã Notícias. Vale lembrar que estas práticas ocorrem há muitos anos na cidade, independente de quem esteja à frente do executivo. Lamentável!

Redação Ubatã Notícias