Denúncia contra prefeito foi acatada por maioria simples

A sessão que ocorreu na noite desta terça-feira (29) na Câmara de Vereadores para apreciar mais uma denúncia contra a gestão Edson Neves (PSD) terminou em confusão. O fato aconteceu pouco depois do discurso da presidenta da Câmara, a edil Cássia Mascarenhas (PMN), que tecia duras críticas à atual gestão.

Mascarenhas discursava quando era intensamente vaiada por partidários do prefeito Edson Neves. A partir daí o que se viu foram socos, empurrões e um corre-corre no legislativo ubatense. Com a confusão, os trabalhos da noite foram encerrados. “Nunca vi nada parecido com o que vi hoje aqui”, disse uma testemunha.

Os vereadores Paulo Silva (PSC), Nilson Ribeiro (PSDB), Reinan Souza (PR) e Fernando Fernandes (PR), que mudaram de opinião em apenas 4 dias, votaram contra a denúncia apresentada por Wesley Faustino (PDT), que se refere à contratação de bandas para a Micareta sem a realização de licitação. A denúncia, no entanto, foi acatada por maioria simples: 5 x 4.

Redação Ubatã Notícias